Copa São Paulo de Rugby 7´s Feminino: um campeonato de superação!

Olá Ovelhas,

No último domingo, dia 08 de novembro, aconteceu a segunda e última etapa da Copa São Paulo de Rugby 7´s Feminino, em Sorocaba na casa do Lechuza Rugby Clube.

Já vou começar este post agradecendo muito o Lechuza por nos receber tão bem! Foi um evento incrível, onde todos se sentiram em casa! E agradecer novamente o Cougars por nos receber na primeira etapa! Vocês mandaram muito!

Nesta etapa fomos com um objetivo: melhorar nossa colocação. Estávamos em 6º Lugar, resultado que conseguimos na primeira etapa com 12 times. Nesta etapa foram 15 times inscritos, então sabíamos que a batalha era grande para chegar pelo menos em 5º. Além disso, neste meio tempo, muita coisa mudou e estamos sem um treinador. O Rone não será mais o treinador do SP Barbarians Feminino. Mudanças nem sempre são para o lado ruim! Estamos felizes em ver o Rone se dedicando e jogando pelo SP Barbarians Masculino e ele esta nos apoiando muito como um torcedor ávido!

As 5 chaves para esta etapa foram:

Grupo A: Pasteur, Valentina, Lechuza
Grupo B: Tsunami, União, Courgars
Grupo C: Portuguesa, ABC, RURC (Rio Claro)
Grupo D: USP, UFABC, Jacareí
Grupo E: Wallys, SP Barbarians, Cásper

Os quatro melhores colocados iriam disputar a Taça Ouro, ou seja, não poderíamos só ser a cabeça de chave, precisaríamos ter uma campanha excepcional e estávamos dispostas a isso.

Nesta etapa ficamos desfalcados. Priscilla, no ultimo amistoso, acabou fraturando o joelho e vai ficar de fora até sua total recuperação, que provavelmente será só o ano que vem. A nossa ponta Rafa, não pode comparecer em corpo, mas o espirito estava lá. Léia, a nossa Hooker, está grávida de um futuro/a jogador/a de Rugby e participou como técnica. Apesar dos desfalques, todas estavam de alguma maneira dando uma força pro time: dicas, águas, força e torcida.

O primeiro jogo foi contra o Wallys, que já tinham jogado contra a Cásper e ganhado de 31 x 00. Como perdemos na ultima etapa para elas, fomos com todo o foco logo no primeiro jogo. Muita garra e lembrando sempre dos treinamentos que agora são realizados pela nossa Capitã Gisele. O resultado desse jogo resumiu o que estávamos buscando: SP Barbarians 17 x 07 Wallys.

Neste momento a nossa chave estava empatada em vitórias, entre nós e o Wallys, mas o Wallys tinha saldo de try maior, colocando elas em cabeça de chave. A vantagem era nossa, porque a gente ainda tinha um jogo e o Wallys, já tinham encerrado os jogos da chave.

Não conhecíamos o jogo da Cásper, mas estávamos preparadas. Neste jogo, tivemos que provar pra gente e para todos que estavam ali que nosso time joga sobre qualquer circunstância. Foi um jogo complicado, mas provamos que não importa, respeitamos todos os nossos adversários, estejam eles dentro ou fora de campo. SP Barbarians 22 x 00 Cásper.

Pronto, cumprimos nosso dever nas chaves e vencemos todos os jogos. Isso quer dizer que ficamos na cabeça de chave, mas precisávamos ter um bom rendimento para ir para a disputa da Taça Ouro. Conseguimos! Ficamos em 4º colocado geral! Ótimo!!!! Nossa força, foco e determinação já nos deixou em 4º lugar, pelo menos. 2 colocações acima do ficamos na ultima etapa. Mas não parava por ali, queríamos mais! Pensamos alto e queremos muito a primeira colocação. Difícil é, mas não impossível.

Estavam participando da semi final da taça ouro:

1º RURC
2º Pasteur
3º Tsunami
4º SP Barbarians

A chave ficou: 1º x 4º e 2º x 3º.

Vamos então contra o RURC. Também não tivemos a oportunidade de jogar com elas anteriormente, mas vimos os seus jogos eles possuem um bom nível de jogo. Nos juntamos, reorganizamos, conversamos e fomos a luta! Rumo ao primeiro lugar, minimo segundo. Neste jogo, infelizmente, a gente ficou um pouco perdida. Talvez a pressão tenha pego um pouco, porque nosso sistema de marcação não estava funcionando. Acabamos perdendo de 22 x 05.

Sem problemas, cabeça erguida, porque as coisas ainda não estavam perdidas! Vamos rumo ao terceiro lugar! Esperamos o jogo entre o Pasteur e Tsunami acabar. Então, ficou: final ouro RURC x Pasteur e 3º/4º SP Barbarians e Tsunami.

Na última etapa, o Tsunami ficou em 2º lugar e é um time com nível de jogo muito bom também. A nossa determinação era tão grande que entramos em jogo com a cabeça erguida e muita garra. Fizemos um try! E ainda convertemos! Estava 07 x 00 para a gente. Estava no fim do jogo, faltando um minuto para acabar o jogo e o Tsunami estava pressionando muito. Por causa de dois high tackles, ganhamos um cartão amarelo bem na hora que estávamos defendendo em cima da linha do nosso in gol. Que complicado! Infelizmente, elas fizeram o try e também converteram. Foi então para o Golden Score, ou seja, prorrogação de dois tempos de 5 minutos, mas o primeiro a pontuar ganha. Começamos a prorrogação com uma a menos, porque ainda estava contando o cartão amarelo. Ficamos 3 minutos só no ataque. O Tsunami estava com grande dificuldade de segurar nossas 5 atletas. De repente, scrum a nosso favor e uma de nossas atletas lesiona. O problema é que já tínhamos realizado a troca de duas atletas e a terceira estava com lesão no joelho que aconteceu no jogo com o RURC. E agora? Vamos jogar com 5, mas num ato de coragem, nossa atleta, Milena, a lesionada, entrou somente para o Scrum, para não deixar de ter pelo menos 6 em campo! Ela prometeu ficar lá para ser um “poste” e para só quem fosse pra cima dela. Vocês acham que precisou? Nem precisou, assim que saiu do Scrum, nosso time foi com uma determinação tão grande para a linha do in goal e…. TRYYYYYYYYYYY! Ganhamos!!!! Ganhamos!!! 3º Colocação é nossa!!!!!

Quanta emoção!! Nem temos como escrever aqui a sensação, a energia daquele momento! Foi incrível!!! Resumo: 3º lugar conquista através da prorrogação, no golden score, com praticamente duas a menos no campo!!!

Nesta etapa ficamos em 3º Lugar! Fomos para a premiação já muito feliz! Aí então começou a anunciar a classificação final da Copa São Paulo de Rugby 7´s Feminino. Estávamos em 6º lugar, com essa 3ª colocação sabíamos que subimos, mas quando anunciaram que ficamos em 3º colocado GERAL. Nossa, aí sim, chororô, felicidade!!! Que final de semana!!!

CLASSIFICAÇÃO GERAL DO CIRCUITO
1- Pasteur – 50pts
2- Tsunami – 36pts
3- SP Barbarians – 28pts
4- USP – 27pts
5- Portuguesa – 22pts
6- RURC – 21 pts
7- Wallys – 20pts
8- Lechuza – 13 pts
9- UFABC- 13 pts
10- ABC – 9pts
11- União – 6pts
12- Jacareí – 6pts
13- Valentina – 5pts
14- Cougars – 4pts
15 – Cásper – 1pt

Agora vem a parte dos agradecimentos. Muito obrigada a todos os que nos apoiam!

Obrigada time masculino por nos apoiarem!

Obrigada familiares, namorados e namoradas, maridos por estarem do nosso lado nos jogos! Passando os finais de semana ouvindo e vendo rugby! Vocês são essenciais para nossa trajetória.

Obrigada a Gisele, nossa capitã, por toda as vezes que você sacrificou algo para estar lá por nós! Nunca vamos esquecer isso!

Obrigada a todas as atletas! Irmãs unidas sempre!

É isso! As fotos estão no nosso Facebook.
Felicidade batendo no peito e rumo aos próximos campeonatos e jogos!

Let´s Go Baabas!

Autor: Léia Quio
Anúncios

Copa São Paulo de Rugby Feminino

Olá Ovelhas,

Pela primeira vez, nós do SP Barbarians Rugby Club Feminino, participamos de um campeonato organizado pela Federação Paulista de Rugby. Estamos elevando o nível, pois estamos crescendo cada ano mais! Impressionando o que houve conosco de um ano para o outro.

Como vocês puderam notar, ficamos quietinhas um bom tempo e deixamos de atualizar o blog. O motivo? Simples: atualização. Foi um momento de atualizamos alguns detalhes de clube e time, o que não quer dizer que paramos! Muito pelo contrário, fomos em frente sempre! Fomos para um campeonato em Resende, Rio de Janeiro, este ano e ganhamos o primeiro lugar!
Quem nos presentou foram as grandes atletas: Cocó, Luana, Gisele, Priscilla, Paola, Rafaela, Drica e Marcela, sem contar com o nosso grande Coach Rone. Que incrível! Atropelamos muito!!! Foi incrível! Primeiro lugar com muita alegria e dedicação! Agora estamos com novas carinhas e com nova base de treinos que fazem a gente ir cada vez mais pra frente!!!

Mas vamos parar de mimimi, e voltar ao que interessa. No ultimo sábado, dia 29 de agosto, aconteceu a Copa São Paulo de Rugby Feminino. Foram 12 times de alto nível que participaram. Conheça os times, através das chaves sorteadas, abaixo:

GRUPO A
Pasteur
UFABC
União

GRUPO B
Lechuza
USP Seleção
SP Barbarians

GRUPO C
Wallys
Portuguesa
Valentina

GRUPO D
Tsunami
ABC Rugby
Cougars

Esta etapa foi sediada na casa do Courgars em Vinhedo e fomos muito bem recebidos!

O dia começou bem cedo! Os jogos deveriam ter começado as 9:00 horas, mas houve um pequeno atraso. O dia estava muito quente e seco. Isso baqueou muitas atletas do torneio. A importância de se manter hidratada e com muito protetor solar era grande!
Estávamos focadas! Sabíamos que esta competição era de alto nível e que não seria como sempre, mesmo competindo com alguns times que já havíamos enfrentado.

Montamos acampamento com ajuda, principalmente, do nosso Coach Rone e da nossa grande abertura Lorraine. Falando nisso, as ovelhas que participaram deste campeonato foram:

Gisele (mesmo de fora por causa da Pneumonia, ela é uma de nós e participou tanto quanto qualquer uma em campo)
Paloma
Juliana
Tati
Léia
Milena (Capitã)
Tássia (foi seu primeiro jogo!)
Marcella
Luana
Lorraine
Priscilla
Cocó
Rafa

Foto 31-08-15 17 17 50

Nosso primeiro jogo foi com o Lechuza. Apesar de conhecermos o time, elas ficaram em 5º no Campeonato Paulista deste ano, ficando atrás somente de São José, SPAC, Band Saracens e Pasteur. Não participamos do Campeonato Paulista deste ano, mas o potencial do Lechuza é muito grande. Era um jogo que a gente sabia que seria muito bom! E foi mesmo! Foi incrível! As ovelhas entraram com tudo no jogo. Foco e dedicação foram palavras que fizeram esse jogo. Conseguimos ganhar por 19 a 0. A Marcella se superou marcando duas conversões!!

O segundo jogo, contra a USP Seleção foi também muito tenso. Já conhecíamos este time pela campeonato de Beach em Ilha Bela. Este jogo foi diferente do primeiro. Nós não conseguimos nos acertar. Nossa linha não estava funcionando como queríamos e no final do primeiro tempo, perdemos uma das jogadoras. Apesar de segurar grande parte do jogo com apenas 6 em campo, não resistimos. Perdemos por 19 a 0, mas sabíamos os erros. Saímos de cabeça erguida. Cada jogadora/coach analisou exatamente onde errou para partir para o próximo jogo com tudo, independente do lugar que disputaríamos.

Até então, nosso grupo estava empatado entre nós e a USP Seleção: uma vitória para cada pelo mesmo número de tries e ainda faltava o jogo de Lechuza vs USP Seleção. Claro que queríamos no minimo estar na Taça Prata, mas a gente sabe que se fossemos para a Bronze a culpa seria nossa e só nossa, pois acreditamos que nossas vitórias e derrotas depende só de nós mesmos.

No final USP Seleção ganhou da Lechuza, Foi um jogo muito páreo, tanto que primeiro tempo não houve pontuação. Com o resultado ficamos em segundo lugar e disputamos a semi final da Taça Prata. O que isso significa? Disputamos o 5º lugar. No Rugby, não basta você ter pontos depois das chaves, você precisa merecer o lugar, por isso que sempre a disputada de qualquer colocação. Esse jogo é incrível né? Você tem o direito de disputar o lugar mesmo que não esteja entre os quatro primeiros, porque todos são iguais! Rugby, o esporte mais democrático do mundo! Além de ser o melhor também, rs!

Bom, então ficamos na colocação geral em 6º lugar e iríamos disputar a semi final da Taça Prata com o ABC, que ficou em 7º lugar.

O ABC também jogo o Campeonato Paulista deste ano e ficou em 8º lugar. É um grande time e que possui experiência. Fomos para o jogo de igual para igual. Neste momento tínhamos alguns fatores que já estavam pesando negativamente para o time: contusões. Grande parte de nossas atletas estavam com contusões, ou seja, não estavam 100% no jogo, mas não quer dizer que elas desistiram. De acordo com seus limites, elas sabiam quão era importante para o time se doar, mesmo que os 50% que lhes restavam. E foi assim que vencemos o jogo! Nossas ovelhas, mais que guerreiras, demostraram o quão importante era ir bem nessa Copa São Paulo de Rugby e quanto as irmãs são importantes!

Agora estávamos na final da Taça Prata, disputando o 5º lugar com o Wallys, que ganhou da UFABC. Respiramos fundo, mais houve mais “baixas” no jogo contra o ABC, mas nada de desistir! Vamos nos nosso limite sempre!!! Sem loucuras, saúde em primeiro lugar, porque queremos jogar pela vida toda, mas se ainda tiver um penúltimo suspiro, estaremos lá!

No jogo da final Prata, foi muito difícil! Apenas 10% do time estava bem para jogar! Desistir? Jamais!!! Abrimos o jogo com um belo try, mas no meio do jogo as contusões pesaram e acabamos perdendo a partida.

Ficamos em 6º lugar com muito orgulho. Como foi lindo ver nossas ovelhas, uma ajudando a outra, fazendo a outra ir em frente, vendo a superação de cada uma delas e ainda ficar em 6º lugar no primeiro campeonato da FPR que participamos!

A classificação final desta etapa da Copa Paulista de Rugby ficou assim:

1º Pasteur
2º Tsunami
3º Portuguesa
4º USP Seleção
5º Wallys
6º SP Barbarians
7º UFABC
8º ABC
9º União
10º Valentina
11º Lechuza
12º Cougars

Tivemos muito orgulho das Ovelhas! A Tássia, com seu primeiro jogo, arrebentou! Medo? Jamais! Ela conseguiu segurar muito o time através de seus tackles supreendentes! Parabéns Tássia! É daqui para melhor! Todas foram muito bem! Rafa se superando como ponta e handoffs, Marcella mostrando pra que veio, Tati e Paloma segurando muito bem os scrums, Luana jogando mesmo com dor, Cocó com sua força e rapidez, Lorraine se superando com lindos tackles e parando qualquer adversária, Mi com sua grande força e rapidez, Priscilla com grandes tackles, Ju como pilar, Léia se superando fisicamente e chumbadas… nossa são muitas coisas! Queria eu mesma falar sobre cada uma aqui, mas hoje vamos deixar esse post somente com foco na etapa na Copa SP.

Foto 29-08-15 14 29 01

Foto 29-08-15 22 53 18

A próxima etapa, será dia 24 de outubro e já estamos nos preparando!

Não podemos deixar de falar sobre a família da Gisele! Antes da Final Prata, a Sophia, filha da Gisele, que tem somente 7 anos de idade, quase fez todas nós chorarem! Ela quis falar e em resumo foi: “Tenho orgulho da minha mãe participar deste time e tenho orgulho de todas vocês”! Nossa, isso é que faz a gente ir pra frente! Sério mesmo! Sem contar nos torcedores sempre presente, os maridos Samurai (marido da Léia) e o Adriano (marido da Gisele). Sempre presentes e ajudam MUITO o time, além de torcerem!
Queremos fazer um agradecimento especial a vocês por tudo que vocês fazem por nós! Ficam o dia todo torcendo por nós todas! Querendo sempre nosso melhor! Ajuda cada uma de nós! Incrível! Obrigada!!!!

Foto 01-09-15 08 54 11

Bom, agora é se preparar para pegar a Taça Ouro na próxima etapa! Estamos focadas nisso!

É isso! Obrigada a todos!
Vamos que vamos!

Let´s Go Baabaas!!!

Saint Patrick´s Day 2015

Hoje é Saint Patrick´s Day!!!

Nós do SP Barbarians Rugb Club temos a tradição de comemorar anualmente o Dia de São Patrício, em inglês Saint Patrick´s Day!

Vocês conhecem a história desse dia? Um dos feriados mais importantes na Irlanda, comemorado no dia 17 de março, é o dia do santo padroeiro do país: São Patrício. Há mais de mil anos os Irlandeses consideram que neste dia ocorreu a morte de St. Patrick. É um feriado cristão que fica no meio da Quaresma e considerado feriado nacional por lá e em Montserrat. Em muitos lugares do mundo este dia é comemorado mas não é considerado feriado, como no Brasil. Para os Irlandeses é um feriado como se fosse nosso Carnaval, com festa e desfile em ruas e sempre tudo bem decorado com a cor verde e o simbolo da irlanda: o trevo. É considerado um evento de integração, pois St. Patrick era católico mas aceitava os celtas irlandeses, sem discrimina-los ou julga-los. Ele até uniu o símbolo cristão da cruz com a cruz solar dos celtas.

 Vamos comemorar! Ir no Pub já é certo!

Uga uga Barbarians

Escrito por Léia Quio

I Torneio Mogi 7s

Olá Ovelhas,

No dia 21 de Fevereiro, fomos convidadas a participar do I Torneio Mogi 7s que ocorreu no Clube Naútico Mogiano, em Mogi das Cruzes. A realização do evento ficou por parte do Mogi Rugby, que recebeu a todos os times muito bem como o Rugby prevê. Além disso, foram arrecadados por todos times participantes 150 kg de alimentos para doação! Bela iniciativa do Mogi Rugby e grande colaboração de todos os times participantes!!!

No torneio participaram times masculinos e femininos. Na etapa masculina participaram Rio Branco Rugby, Mogi Rugby, Fatec (Iguanas). A equipe Each Rugby foi convidada a participar e estava confirmada, mas no dia anterior um dos integrantes do time faleceu em um acidente de carro e em respeito a ele, não foram jogar. Uma atitude nobre e de respeito!

Na etapa feminina participaram Mogi Rugby, Rio Branco Rugby, Tsunami Rugby e nós SP Barbarians.

Foi um torneio de aprendizado e para arrumar a casa. Para muitas jogadoras, foram jogos de melhor atuação individual, mas definitivamente não foram jogos com as melhores atuações do time.

Perdemos todos os jogos.

A vida não é feita de vitórias, mas não estamos felizes com o resultado. O mais importante é o aprendizado.

Mesmo com as derrotas, não deixamos de dar um show com nossas atletas! Muitos tackles que derrubaram muitas adversárias, evitando mais tries. Grandes contra ataques, que por algum detalhe, não conseguimos reverter em try. Rucks fortes e estáveis que mostrou a evolução de muitas jogadoras.

Uma jogada que com certeza chamou muita atenção foi no jogo contra o Mogi Rugby. Em um scrum a favor do Mogi Rugby, as forwards Milena, Léia e Gisele conseguiram ganhar e ainda atropelou as jogadoras adversárias.

Não foi a nossa melhor atuação em campo, mas com certeza foi o maior aprendizado que tivemos!

Queremos agradecer ao Mogi Rugby pelo convite e pela recepção! Ficamos muito felizes com o torneio!

Vamos lá Baabaas! Melhorar é sempre possível! Determinação é uma palavra que conhecemos mais que ninguém! Virada e superação são palavras tatuadas no peito!

Let´s Go Baabaas!

Escrito por: Léia Quio

6 Anos de SP Barbarians Rugby Club!

Uhuuuu!!!

No ultimo dia 28 de Novembro, o nosso clube SP Barbarians Rugby Club completou 6 anos de existência! E para contar mais sobre nossa história, entrevistamos o nosso Presidente e um dos primeiros membros. Também não resistimos e vasculhamos mais sobre o esporte na vida deles. O Rugby muda a vida de qualquer um!

Tenho certeza que vocês vão se surpreender com a história do nosso clube!

Pablo Stagni, 51 anos de idade,  é Argentino de Buenos Aires e atualmente o Presidente do nosso clube. Aos 6 anos, começou a jogar. O incentivo foi feito pelo tio: “meu tio decidiu que precisava gastar muita energia fora de casa para não deixar minha mãe louca”, revela Pablo. De acordo com ele, ela deixou de ficar louca por toda a energia que tinha guardado, e mais louca ainda pelo trabalho na lavanderia, já que os uniformes ficavam pura lama e pela apreensão nos jogos. “Até hoje ela acha que fez um bom negocio”, diz orgulhoso.

Na Argentina, jogou no SIC (San Isidro Club) e no YPF, dos 6 aos 15 anos de idade e só voltou a jogar no Baa-baas aos 45 anos. “O rugby é vida. Me ensinou a ser melhor, a querer ser melhor. Me deu amigos pro resto da vida. Só saio do rugby quando morrer”, declara Pablo.

Mike MacDonald, 31 anos de idade, é Neo Zelandês e um dos primeiros membros do clube. Esta no clube há quase 6 anos e se dedicou muito para o crescimento das Ovelhas, inclusive já foi técnico do masculino. Seu inicio no rugby foi incentivado por sua professora. “Sempre jogava com meu irmãos e amigos, as, joguei futebol até 7 anos de idade na minha escola. Minha professora disse que eu estava muito agressivo e deveria jogar rugby”, revela Mike que não aparenta ser agressivo como sua professora dizia. Em sua trajetória no rugby, jogou em muitos times como: Marist Albion (NZ), Burnside Club (NZ), no amador Saracens (EN), muitos desses ele foi convidado para ser treinador. Para ele o rugby é “ter os valores básicos e respeito que todos deveriam ter”.

O SP Barbarians Rugby Club foi fundado por gringos loucos por rugby que se juntaram com a ideia de apresentar o esporte para seus amigos brasileiros. Muitos deles já não estão no país, como Tim Cowman, “Aussie” Mark e Tom Schofield. Os que ainda estão por aqui mudaram de cidade, estão com idade avançada ou pelo trabalho, acabaram dando um tempo no esporte. Essa junção foi feita para mostrar aos brasileiros que eles poderiam até perder no futebol, mas não havia time que ganharia deles no rugby. A prova disso foi que em 2008, no mesmo ano da fundação, o SP Barbarians participou do campeonato Lions e foi campeão invicto.

O time era uma mistura de várias nacionalidades como franceses, neo zelandeses, ingleses e australianos, e com isso eles procuram um nome que traduzisse a todos. Internacionalmente há um clube chamado Barbarians. Esse time é uma junção de jogadores que são convidados a jogar contra seleções do mundo. Neste ano, foram convidados jogadores Ingleses para jogar contra os Wallabies (Austrália), por exemplo. Eles perceberam então que o conceito era o mesmo do time que eles haviam formado, uma junção de jogadores de vários times e várias nacionalidades. Daí o nome do time SP Barbarians Rugby Club.

292525_300574133368949_2002931254_n

O simbolo escolhido para o SP Barbarians foi uma ovelha. As ovelhas, além de representarem o conceito de união do grupo, já que as ovelhas sempre estão juntas, uma ajudando a outra, é um animal que estava presente nos países de origem dos primeiros membros do time. Como a maioria do time era composto por franceses e ingleses, resolveram incrementar a ovelha com a boina francesa e o charuto inglês. As cores também possuem um motivo: o preto e branco são as cores dos Barbarians Internacional, o roxo foi escolhido como uma mistura do vermelho e o azul das bandeiras francesa e inglesa.  “E o roxo descreve o espírito de luta e o resultado de um bom jogo, afinal a gente é fanático por roxo, sai roxo de campo, se jogou um bom jogo, e fica roxo de raiva ou de alegria no final”, afirma Pablo muito bem humorado. Os primeiros treinos dos Baa-baas aconteceram no colégio St Pauls no Jardins em São Paulo, com a frequência de uma vez por semana. Nesta época, 3/4 do time era de gringos.

O primeiro amistoso das Ovelhas foi em 2008 contra o Keep Walking, devida a “nuvem etílica” que passou naquele dia, de acordo com o Pablo, ainda há discussões de quem ganhou. Logo depois veio o Lions, em novembro de 2008, como já dissemos, e em janeiro de 2009 houve um amistoso com Nippon, um time de veteranos japoneses, onde ganhamos, mas houve uma segunda partida misturando os times, bem no estilo SP Barbarians.

É comum confundir o nosso clube com um time Bicampeão Paulista de 1971 e 1972 com o nome igual ao nosso, porém é outro time que nem existe mais. É importante entender que somos os únicos SP Barbarians Rugby Club e nossas conquistas acorreram todas a partir da fundação do time.

Hoje temos o time feminino: Nós!! A ideia começou a surgir em 2010, pois algumas mulheres e namoradas dos jogadores se empolgaram e quiseram experimentar este esporte fantástico. Naquela época, elas eram chamadas de Barbaretes. Porém em 2012, nós decolamos mais rápido que um foguete. Agora como SP Barbarians Feminino deixamos de ser promessa e somos respeitadas por times de rugby que existem há muitos anos. Algumas das primeiras integrantes estão conosco ainda como Vicky, Lorraine e Milena e temos muito orgulho disso. Nosso coach hoje é o Rone e nossa Capitã puro brilho é a Gisele. No masculino o treinador é o James Flyn e o capitão Dante.

Nessa trajetória o time masculino guardou um torneio em especial na memória: Beach Rugby no Rio de Janeiro em 2009. Mike fala de uma das partidas deste campeonato: “Foi jogado numa tempestade. Estávamos ganhando o jogo por 2 tries contra 1, mas perdermos por 3 tries a 2 nos últimos 5 minutos. Apesar disso, criou-se um bom relacionamento entre os times e agora nós tentamos ir lá cada ano para jogar no Rio Beach rugby”.
Para o feminino, foram dois jogos do 1º Torneio Universitário de Rugby que aconteceu este ano. O primeiro jogo que vai ficar na memória foi contra a URA nas semifinais. Estávamos perdendo de 5 a 0 até o final do primeiro tempo. Como somos um time que não desiste, no segundo tempo nós conseguimos virar fazendo 10 a 5, mas por uma falha nossa, deixamos acontecer um novo try da URA e elas conseguiram converter o chute nos 10 segundos finais do jogo, resultando em URA 12 x 10 SP Barbarians. Foi um jogo que vimos nossos erros e, como um verdadeiro time, todas assumiram sua parcela de cupa. “Se ganhar, todas ganham. Se perder, todas irão perder” é o que nosso Coach Rone sempre deixa claro! Mas o jogo pelo terceiro lugar foi a prova que somos um time muito maior do que muitos imaginavam. Ganhamos do ATR de 20 a x 12. “Foi um jogão, porque nos unimos como se fosse a final. Foi de morrer ficar de fora, mas foi lindo ver o Mike derrubando a mesa e falando pra mim que faltava pouco”, diz nossa Capitã Gisele, que não pode jogar conosco já que teve uma fratura no dedo.

O Pablo ainda joga pelo SP Barbarians sempre que o time convida, que é a grande maioria das vezes. Sua posição sempre foi pilar. Já o Mike não joga fazem dois meses, mas irá voltar a jogar no próximo ano “socialmente”, como disse.

Para ambos, o rugby esta em grande ascensão no Brasil. Os problemas burocráticos e o pré-conceito de que é um esporte extremamente violento acaba prejudicando sua disseminação. Eles esperam que logo menos formemos time com jovens, já que temos times feminino, masculino e veterano e que entremos em grandes campeonatos nacionais de sevens e paulista.

É isso pessoal. Para conhecer nosso time curta a gente no Facebook!

Uga Uga Barbarians! Let´s Go Baa-Baas!

Escrito por: Léia Quio

Amistoso | ATR x Barbarians

Fala Galera,

Esse final de semana foi muito bancana! Domingo, dia 2 de novembro, fomos até Mogi das Cruzes para participar de um amistoso com o ATR (Alto Tiête Rugby).

Saímos cedo de nossa sede animadas para jogar e confraternizar com a galera!

Somos um time unido e temos o orgulho de dizer que não há reservas em nosso time, são dois times titulares! Domingo fomos com dois times excelentes e com muita garra, lutando pelo Barbarians com corpo e alma!

Os jogos aconteceram no Clube Náutico Mogiano e fizemos três partidas.

A primeira partida nossa escalação foi:

Bruna
Juliana
Léia
Carol
Ba
Marcella
Rafa

Foi um jogo bem pesado e com muitos tackles. Tivemos boas jogadas mas infelizmente não foi suficiente para vencer.

O primeiro jogo terminou com o resultado de ATR 15 x 5 Barbarians.

Na segunda partida a escalação foi:

Bruna
Paloma
Mi
Carol
Lorraine
Luana
Lelê

E entrou  durante a partida nossa nova irmã Lígia.

Esse jogo foi muito diferente com mais velocidade no passe e no jogo. A Lígia, além de estrear, conseguiu fazer seu primeiro try de maneira lindíssima, com praticamente três tackleadoras no “peito”. Outro try muito lindo foi da nossa Foward Paloma, que com um dummy sensacional e com os cabelos ao vento, voou para a linha do in-goal!

Poderíamos citar muitas outras jogadas de nossas jogadoras aqui como destaque, mas deixaria de ser um post e provavelmente seria um livro!

O resultado da segunda partida foi: ATR 5 x 19 Barbarians, com direito a duas conversões da Mi.

A terceira partida foi uma partida com a mistura dos times e com a participação dos dois técnicos. Colocamos 10 jogadores para cada lado! O mais legal desta partida era formar o scrum com 5 meninas de cada lado. Foi bem legal! Nos divertimos bastante e a integração com as nossa colegas do ATR foi muito legal!

A nossa excelentíssima capitã Gisele, a melhor de todas as capitãs do mundo, não pôde jogar por motivos físicos, mas esteve lá com a gente o tempo todo nos apoiando e nos fortalecendo. Sem ela lá, nos orientando junto com o nosso Coach, com certeza não seria igual! Obrigada Gi, estamos sempre jogando com você e por você!

Nosso terceiro tempo aconteceu no próprio clube com cerveja, refrigerante e linguiçada! Fomos muito bem recebidas pelas meninas do ATR! Gostaríamos muito de agradecer pela recepção, pelo jogo e pelas risadas! Rugby é isso: respeito, diversão e integração!

Mas vocês acham que nosso domingo acabou aí? NÃO MESMO!

Voltamos para assistir no campo do Nacional Clube as semifinais do Super 10! Foi muito legal, pois muitas jogadoras não tinham assistido ao vivo jogos neste nível, além disso, reunir nossa irmãzada e a família em um evento desse é muito gostoso!

Vimos o São José  e o Curitiba ganharem do Desterro e SPAC, respectivamente, e irem para a final!! Que acontece no próximo dia 8 de novembro, no mesmo local.

Passar o domingo com a família e irmãzada é muito especial!

Confira as fotos abaixo:

IMG_3288 (Copy) IMG_3290 (Copy) IMG_3291 (Copy) IMG_3297 (Copy) IMG_3299 (Copy) IMG_3303 (Copy) IMG_3307 (Copy) IMG_3310 (Copy) IMG_3314 (Copy) IMG_3316 (Copy) IMG_3317 (Copy) IMG_3318 (Copy) IMG_3320 (Copy) IMG_3322 (Copy) IMG_3323 (Copy) IMG_3324 (Copy) IMG_3328 (Copy) IMG_3339 (Copy) IMG_3341 (Copy) IMG_3342 (Copy) IMG_3343 (Copy) IMG_3344 (Copy) IMG_3357 (Copy) IMG_3365 (Copy) IMG_3366 (Copy) IMG_3369 (Copy) IMG_3373 (Copy) IMG_3374 (Copy) IMG_3376 (Copy) IMG_3380 (Copy) IMG_3386 (Copy) IMG_3390 (Copy) IMG_3392 (Copy) IMG_3397 (Copy) IMG_3412 (Copy) IMG_3413 (Copy) IMG_3416 (Copy) IMG_3421 (Copy) IMG_3423 (Copy) IMG_3428 (Copy) IMG_3433 (Copy) IMG_3434 (Copy) IMG_3440 (Copy) IMG_3443 (Copy) IMG_3445 (Copy) IMG_3449 (Copy) IMG_3451 (Copy) IMG_3452 (Copy)
IMG_3457 (Copy)

É isso aí galera! Obrigada sempre pelo apoio! Agradecemos nossos familiares: pais, mães, namorados, maridos, por nos aguentarem e participar desses momentos que são muito importantes pra gente!

Uga Uga Barbarians!

3º Lugar – I Torneio Universitário de Rugby 7

Olá Galera,

Ontem começamos o dia bem cedo novamente para nos preparar para o primeiro jogo do dia: semi final ouro contra a URA.

Entramos bem em campo, mas um errinho nosso e no começo do jogo a URA fez um try e uma conversão: URA 7 x 0 SP Barbarians.

Não nos deixamos abalar e fomos com tudo! Dedicação e garra! No segundo tempo conseguimos virar o jogo com toda a garra do mundo: URA 7 x 10 SP Barbarians. Lindo! Somos raçudas!!!

Mas quando faltavam algum segundos para o fim do jogo, outro erro nosso fez com que a URA aproveitasse a oportunidade, assim, elas fizeram mais um try: URA 12 x 10 SP Barbarians.

Mesmo com esse resultado, não ficamos abaladas. Sabemos os erros que cometamos e não vão acontecer de novo! O jogo era nosso e foi lindo nossa virada! De qualquer jeito, iríamos para o jogo da disputa do terceiro lugar com a mesma garra e força que fomos em todos os jogos! Sempre jogamos assim!

A disputado do terceiro lugar foi com um rival que já jogamos neste torneio: ATR.

O jogo foi as 13:30 horas, de baixo de um Sol de 35°C! Apesar do calor, esquentamos ainda mais o jogo! Só deu SP Barbarians neste jogo! Time unido, determinado, pura raça e arrebentando nos passes, assistências, apoios, tackles e trys!

Resultado Final: ATR 12 x 20 SP Barbarians!

IMG_6886-2 IMG_6874-2 IMG_6888-2 IMG_6895-2   IMG_6919-2 IMG_6899-2 IMG_6898-2  lu_004 IMG_6924-2 IMG_6998-2IMG_7015-2IMG_6966-2 IMG_7057-2IMG_6979-2 IMG_7093-2 IMG_7082-2 lu_001lu_003  lu_002

Classificação Taça Ouro Feminino

1º ABC Rugby
2º URA
3º SP Barbarians
4º ATR

Time SP Barbarians Feminino

Forwards
Gisele Yamane (Gi – Capitã)
Milena Gellert (Mi)
Bruna Cenço
Juliana Souza (Ju)
Paloma Silva
Léia Quio

Abertura
Vicky Marcelino
Marcella Oliveira

Centro
Luana Alves
Lívia Baena (Bah)

Back
Rafaela Gomes (Rafa)
Ana Recchia (Aninha)
Letícia Alves (Cócó)

Half
Carol Ribeiro

Não puderam jogar por problemas físicos mas estavam lá torcendo: Drica Valero, Lorraine Carvalho e Letícia Palma.

COACH: Rone Castro

Foi um final de semana histórico para nós SP Barbarians Feminino!
Até o nosso Coach Rone jogou em um jogos de veteranos e marcou try pra gente, com direito a coração!!!

Orgulho de ser Ovelha!
Orgulho do time feminino que evoluiu muito em menos de um ano! Um time unido! Onde não existe banco, temos dois times titulares!!!!! Somos um time unido, que joga limpo, que dá trabalho! Seguimos os princípios do esporte: espirito esportivo, não ir na “maldade”, se superar e ter um time sempre unido! Isso garante a beleza do jogo e nossos resultados sempre positivos, dentro e fora do campo!

Que venha o próximo torneio! Estamos sempre preparadas e na próxima vez… esse ouro não escapa!!!!!!!

LET´S GO BAA-BAAS!
UGA UGA BARBARIANS!